Por não saber que era impossível, foi lá e fez

Sempre atribuí essa frase a Douglas Adams por me recordar dela em uma de suas obras da série O Guia dos mochileiros da galáxia, porém, uma pesquisa me mostrou que ninguém sabe ao certo. Alguns dizem que é de Jean Cocteau – cineasta, romancista e ator francês – outros dizem ser de Mark Twain – famoso escritor americano. Notei que pelas datas de nascimento e morte dos três é improvável que a frase seja de Adams como eu imaginava.

Mas de que isso importa? Bem… de nada.

O fato é que essa frase me inspira. E por isso resolvi abrir esse blog com ela.

Pense um pouco, quantas vezes isso já ocorreu? Descobertas científicas, recordes esportivos, quebra de barreiras filosóficas. Só porque alguém não reconheceu aquilo que acreditava como impossível.

E porque não o meu próprio ponto de vista! Sobre o mundo, a sociedade, ou simplesmente meu cotidiano. Quais as outras formas de se ver aquilo que faço hoje?

Ok, brisei um pouco, mas esse é o espirito… Viajar pelo tempo, viver o passado e aprender com o futuro tornando o presente mais… presente.

Impossível? Eu não sei…

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: